Refinar

  • Sabor 0

    Sabor

  • Volume 0

    Volume

  • Tipo de Produto Nutricional 0

    Tipo de Produto Nutricional

  • Preço 0

    Preço

  • Dieta 0

    Dieta

Suplementos Vitamínicos

65 resultados

As vitaminas são extremamente importantes para o bom funcionamento do corpo humano. Enetre outras funções, elas estão envolvidas em várias reações metabólicas responsáveis pela proteção do organismo contra o stress induzido pelo exercício. Os minerais são necessários tanto para o equilíbrio de fluidos como para o equilíbrio do pH do sangue. Eles também são essenciais para a contração muscular e, portanto, podem promover a performance desportiva.

O potássio é conhecido pelo seu papel fundamental na contração muscular e na prevenção de cãibras musculares (*1). O magnésio participa em mais de 300 sistemas enzimáticos (*2) e também é conhecido por melhorar a qualidade do sono (*3), (*4). O sódio ajuda a manter a função normal dos músculos e dos nervos (*5).

Estes são apenas alguns exemplos da importância dos minerais para a vida humana e, especialmente, para os atletas. Os estudos mostram que os atletas e pessoas em geral que estejam envolvidas em dietas restritas apresentam um risco mais elevado de ter deficiência de algum mineral. Durante dietas de baixo consumo calórico, os suplementos conhecidos como multivitamínicos podem ajudar a garantir um aporte suficiente de vitaminas e minerais, para que a saúde não seja afetada.

Suplementos vitamínicos para homens

Nos dias que correm, toda a gente vive a 200%. O tempo é curto para fazer todas as coisas planeadas e, por esta razão, muitas pessoas têm negligenciado as suas necessidades nutricionais. É aí que os suplementos de vitaminas e minerais vêm a calhar. Os multivitamínicos foram projetados para ajudar as pessoas a satisfazerem as suas necessidades nutricionais.

Se tem um estilo de vida agitado e nem sempre tem tempo para comer refeições adequadas, os suplementos vitamínicos são uma maneira fácil e prática de corrigir eventuais falhas na dieta. Eles oferecem um espectro de vitaminas e minerais completo.

Os estudos demonstram que a vitamina D pode ajudar a regular os níveis hormonais (*6) e até mesmo aumentar a contração das fibras musculares rápidas (*7).

O zinco é encontrado praticamente em todas as células do corpo, especialmente nos ossos, olhos, fígado, testículos e próstata (onde desempenha um papel fundamental na regulação dos níveis hormonais) (*8), (*9). O zinco acelera a cicatrização de feridas (*10), fortalece o sistema imunológico (*11) e desempenha um papel na síntese de ADN (*12).

O magnésio é conhecido pela sua capacidade de promover um sono mais profundo (*13), (*14) e por regular a contração do músculo (*15). A suplementação com magnésio pode ajudar os atletas a compensar dietas insuficientes e aumentar os níveis de energia.

Suplementos vitamínicos para mulheres

Como já referimos anteriormente, as vitaminas e os minerais são essenciais para a saúde e bem-estar do corpo. À excepção da vitamina D, o corpo não consegue sintetizar vitaminas e minerais, o que significa que estes devem ser obtidos através de fontes alimentares.

Dependendo do estilo de vida que levam, algumas pessoas podem desenvolver uma deficiência nutricional de qualquer vitamina e/ou mineral e, assim, comprometer a sua saúde em geral. Isso pode ser especialmente relevante para as mulheres grávidas, pois estas apresentam necessidades nutricionais específicas.

Se não quer correr o risco de ter sérios problemas de saúde, verifique se tem uma dieta equilibrada. Coma muitas frutas e legumes, já que eles são ricos em vitaminas e minerais. Se não poder comer corretamente durante o dia, certifique-se de compensar com um suplemento vitamínico.

Algumas vitaminas e minerais desempenham papéis essenciais na gravidez. É o caso do ácido fólico. Mas mesmo se não estiver grávida, também precisa de ácido fólico para produzir glóbulos vermelhos.

O cálcio é outro mineral de que as mulheres têm necessidades mais elevadas durante a gravidez (*16). Além disso, as mulheres tendem a absorver menos cálcio na menopausa (*17), daí a importância de suplementar com este mineral.
__________________________________________________________________________________________

Referências:

(* 1) - Nihon Heikatsukin Gakkai Zasshi. 1984 Dec; 20 (6): 427-44
(* 2) - magnésio. 1985; 4 (2-3): 60-72
(* 3) - Jpn Circ J. 1998 May; 62 (5): 341-6
(* 4) - Pharmacopsychiatry. 2002 julho; 35 (4): 135-43
(* 5) - EFSA Journal 2011; 9 (6): 2260 [14 pp.].
(* 6) - Horm Metab Res. 2011 Mar; 43 (3): 223-5
(* 7) - Curr Opin Clin Nutr Metab Care. Novembro 2009; 12 (6): 628-633
(* 8) - Neuro Endocrinol Lett. 2007 Oct; 28 (5): 681-5
(* 9) - Neuro Endocrinol Lett. 2006 fevereiro-abril; 27 (1-2): 247-52
(* 10) - Acta Derm Venereol Suppl (Stockh). 1990; 154: 1-36
(* 11) - Proc Nutr Soc. Novembro de 2000; 59 (4): 541-52
(* 12) - J Pharmacol Exp Ther. Agosto de 1999; 290 (2): 923-8
(* 13) - Fed Proc. 1981 Oct; 40 (12): 2653-6
(* 14) - Defeitos Congênitos Res Clin A Mol Teratol. 2007 Nov; 79 (11): 737-42
(* 15) - Wolff T, Witkop CT, Miller T, Syed SB. Suplementação de ácido fólico para a prevenção de defeitos do tubo neural, Evidence Síntese n º 70 AHRQ Publication No. 09-051132-EF-1
(* 16) - Dados Cochrane Syst Rev. 2010 04 de agosto; (8): CD001059
(* 17) - J Miner Res. 1989 Aug; 4 (4): 469-75

*Estas declarações não foram avaliadas pelo Departamento de Segurança Alimentar. Este produto não se destina a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença.

Ler mais